Sindicato de Miguel Alves realizou Seminário sobre o CAR para mais de 100 Agricultores/as

A FETAG-PI por meio da Secretaria de Meio Ambiente e Política de Convivência com o Semiárido representado pelo assessor técnico Genival Araújo e pelo Coordenador do Polo Sindical de Teresina, Adonias Higino, participou na manhã desta quinta-feira (08), no Sindicato de Miguel Alves, de um seminário sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR), que contou com a participação de mais de 100 agricultores/as do município.

O objetivo do evento foi prestar esclarecimentos sobre os procedimentos necessários para realização do CAR, além de sensibilizar os/as agricultores/as para o prazo final que se encerra no dia 31 de maio de 2018.

A mesa de abertura foi composta pela Presidente do Sindicato Katiana Lima, representando os demais diretores; Sub-Secretária de Meio Ambiente da Prefeitura de Miguel Alves, Edinalva Costa; o Coordenador de Polo, Adonias Higino e o Diretor de Geoprocessamento da SEMARH-PI, Marcos Aurélio, que por sua vez explanou sobre o CAR, mostrando passo a passo de sua realização.

Segundo Adonias Higino, a FETAG PI vem realizando juntamente com os STTR´s uma maior divulgação para que os agricultores/as familiares se conscientizem sobre a importância do CAR dos imóveis rurais, a fim de garantir os direitos nos benefícios e ações voltadas para agricultura familiar, no que se refere ao planejamento do uso sustentável da terra.

“O sindicato está trabalhando constantemente preocupado com o prazo de inscrição das propriedades no CAR, tendo em vista que segundo o IBGE no ano de 2016 em Miguel Alves existiam 960 imóveis rurais e até o momento, apenas 364 realizaram seu cadastro ambiental. Portanto, esse seminário se mostrou importante pois levamos ao maior número de pessoas as informações sobre a obrigatoriedade da realização do CAR prevista em lei", disse Katiana Lima.

 Informações sobre CAR:

A adesão ao CAR é uma das obrigatoriedades previstas no Código Florestal, vigente no país desde 2012.

O Cadastro Ambiental Rural é um registro público obrigatório para todos os imóveis rurais e reúne informações ambientais das propriedades. Os dados são usados para controle, monitoramento, planejamento ambiental e econômico e combate ao desmatamento.

O presidente Michel Temer assinou no dia 29 de dezembro de 2017, um decreto que prorroga para até 31 de maio de 2018, o prazo para que produtores façam sua inscrição no Cadastro Ambiental Rural (CAR).

Fique de olho e não perca este prazo (31 de maio de 2018)!